O Corte do Zumbi

dezembro 9, 2013

Kid A

Filed under: Uncategorized — Binho @ 12:35 am

Este disco foi meu companheiro de ônibus sp>itajubá e itajubá/sp durante um ano. Todo final de semana. Por tantas vezes escutei quando a serra mudava a paisagem. Enquanto aquela merda de ar condicionado soprava nossa inexistência. Escutei tantas vezes que nem sei mais se é o disco ou se foi a minha solidão que mudou. Durante toda a viagem muitas vezes sonhava e acordava. As vezes não sabia se entrava numa outra realidade. Psicose. Ou se era a realidade em si. Tudo tinha um sabor etéreo. De algo sem cor. Na estrada cinza o nosso descompasso. Experimente este disco. Talvez haja um reflexo seu. Naquele vidro embassado. Naquelas luzes ofuscantes e borradas. Avisando que você é apenas um garotinho nota A. E que o melhor que pode tentar fazer não é suficiente.

 

Anúncios

Prostitutas também amam

Filed under: Uncategorized — Binho @ 12:14 am

Para escrever desejos é preciso pecar.

– Tire a roupa!
– Sou tímido.

– Tire a roupa!

Seu perfume de erva doce trazia o frescor da cor em seu nome. Jade. Seios firmes. Pernas perfeitas. Pele macia. Durou a noite toda, embora fosse apenas meia hora. No final, alguma coisa mudou em mim. Alguma coisa mudou nela. Ela me olhou. E havia doçura em sua vida. Leveza em seu sorriso. Não sabemos o que se passou. Uma prostituta não ama. Um punk não agrada.

Ela me beijou.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.